Amber Arnod/Wisconsin State Journal via AP
Amber Arnod/Wisconsin State Journal via AP

Clyde Stubblefield, o Funky Drummer de James Brown, morre aos 73 anos

Baterista criou um dos breaks mais sampleados da história da música popular

AP

19 de fevereiro de 2017 | 18h49

MADISON, Wisconsin - Clyde Stubblefield, baterista de James Brown que criou um dos breaks mais sampleados da história, morreu neste sábado, 19. Ele tinha 73 anos.

Sua esposa, Jody Hannon, disse que Stubblefield morreu de uma falha nos rins em Madison, Wisconsin. Ele vinha sofrendo de uma doença nos rins há cerca de 10 anos, e estava hospitalizado há alguns dias.

O baterista tocou em vários clássicos de James Brown nos anos 1960 e 70, incluindo Cold Sweat, Say It Loud - I'm Black and I'm Proud, I've Got The Feelin' e no álbum Sex Machine.

Mas ele era mais conhecido por um solo no single Funky Drummer. A revista Rolling Stone disse que ele foi sampleado em mais de mil canções, e serviu de base para muitas faixas de hip hop, como Fight The Power, do Public Enemy, Let Me Ride, de Dr. Dre, Mama Said Knock You Out, de LL Cool J e Run's House, do Run DMC. Ele também aparece em Shirtsleeves, de Ed Sheeran, e Freedom '90, de George Michael.

Hennon disse que Stubblefield viu "muitos poucos" royalties ao longo dos anos, e nunca aguardou muito.

Mas ele tinha muita consideração entre os músicos. Quando Prince soube que o baterista estava passando por problemas financeiros no início dos anos 2000, ele pessoalmente pagou US$ 90 mil para cobrir os custos de um tratamento de saúde. "Clyde era o baterista preferido dele", disse a esposa.

Stubblefield foi "um cavalheiro muito gentil" do Tennessee, mas vivia em Madison desde o início dos anos 1970.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.