YOUTUBE
YOUTUBE

Clipe de Beyoncé e Jay-Z faz Louvre bater recorde de visitas

O museu ficou satisfeito com a reação ao vídeo do casal para a canção 'APES**T'

Redação, Reuters

03 Janeiro 2019 | 17h36

O vídeo de uma canção de Beyoncé e Jay-Z gravado no Louvre ajudou a elevar o número de visitantes à cifra recorde de 10,2 milhões no ano passado, a maior de qualquer museu em toda a história, informou o Louvre nesta quinta-feira.

Uma recuperação na quantidade de turistas em Paris, que veio na esteira de uma redução causada por ataques de militantes que mataram 130 pessoas na capital francesa em novembro de 2015, também ajudou o museu a receber 25 por cento a mais de visitantes do que no ano anterior.

O Louvre disse estar satisfeito com a reação ao vídeo de Beyoncé e seu marido Jay-Z para a canção APES**T, no qual aparecem diante da Mona Lisa, da Vênus de Milo e outras obras de arte famosas – ele foi visto quase 150 milhões de vezes no YouTube.

“É bom ver que estes artistas americanos, criadores do presente, estão interessados em um museu de arqueologia e arte antiga”, disse o diretor do Louvre, Jean-Luc Martinez, à Reuters.

O recorde anterior da instituição era de 9,7 milhões de visitantes e foi estabelecido em 2012, quando ela inaugurou sua seção de arte islâmica e realizou exibições sobre Leonardo da Vinci e Raphael.

Três quartos dos visitantes eram estrangeiros, sendo cerca de 1,5 milhão de norte-americanos e 1 milhão de chineses.

+++ A editoria 'Viagem' visitou o tour criado pelo museu parisiense que passa pelas obras mostradas no clipe

Indicando que os protestos às vezes violentos dos “coletes amarelos” nas últimas semanas do ano passado não afetaram o turismo, o Centro Francês de Monumentos Nacionais também registrou recordes em 2018 – 10,2 milhões de visitantes, um aumento de 8 por cento, nos 100 locais que administra. O recorde anterior era de 2014.

O Arco do Triunfo, mesmo tendo sido fechado durante uma quinzena no mês passado por ter sido depredado por manifestantes coletes amarelos contrários a reformas do governo, foi o monumento francês mais popular em 2018, quando recebeu 1,7 milhão de visitantes, seguido pela ilha Mont-Saint-Michel, na Normandia, visitada por 1,4 milhão de pessoas.

Os números anuais de turistas na região de Paris ainda não estão disponíveis, mas no primeiro semestre de 2018 o centro registrou um número recorde de 17,1 milhões de visitantes e disse acreditar em um recorde anual de 50 milhões.

 

Mais conteúdo sobre:
Jay-ZBeyoncéMuseu do Louvre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.