Clara Becker lança CD <i>Dois Maior de Grande</i>

Coincidentemente, a cantora Clara Becker acaba de lançar o CD Dois Maior de Grande, o segundo da carreira, pelo seu selo Vila Pirutinga Cultura, em que agrupa única e exclusivamente repertório de Gonzagão e Gonzaguinha. Clara ouviu falar da existência do livro de Regina Echeverria. E das comemorações de 60 anos de baião. "Tem alguma coisa no ar, que a gente está captando", tenta justificar. Na época da gravação do CD de estréia, Pétalas, a cantora já pensava em incluir alguma coisa de Gonzaguinha, que ouvia muito na adolescência. Não deu certo e deixou para a próxima vez. Como prometido, resgatou Gonzaguinha para o segundo trabalho e, nesse processo, surgiu Gonzagão. Decidiu fazer um CD voltado ao universo de pai e filho. "Achei interessante a idéia. São dois compositores de origens e gerações diferentes. E os dois optaram pela música." Clara recorreu a um repertório praticamente básico da dupla, com uma ou outra coisa menos conhecida. Revisitou músicas já bastante interpretadas, como Qui Nem Jiló (de Luiz Gonzaga e um de seus principais parceiros, Humberto Teixeira) e É (de Gonzaguinha) . Mas não se preocupa muito com isso, porque diz ter dado interpretação própria a elas. Daniel Gonzaga, filho de Gonzaguinha, faz participação especial na última faixa, Da Vida, de autoria do pai.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.