Cinzas de Kurt Cobain foram roubadas, diz Courtney Love

'Eu não posso acreditar que alguém roubou as cinzas de mim. Agora me sinto suicida', afirma viúva

02 de junho de 2008 | 19h22

A roqueira Courtney Love, viúva de Kurt Cobain, disse que as cinzas de seu marido foram roubadas de sua casa em Hollywood. "Eu não posso acreditar que alguém roubou as cinzas de mim. Agora me sinto suicida", disse Courtney, acrescentando que, se os restos mortais não forem recuperados, não sabe o que fará, segundo o jornal britânico The Guardian.   Kurt Cobain, líder da banda grunge Nirvana, se suicidou em abril de 1994. Seu corpo foi cremado, e a maior parte das cinzas foram levadas a um templo budista de Nova York.   Uma parte dos restos mortais do marido foi guardada pela roqueira, que dizia mantê-las em um jardim fechado, cuja localização era desconhecida até agora. "Era tudo que sobrou dele", lamentou a viúva. "Quem teve as cinzas de seu marido roubadas?", questiona.   Courtney Love freqüentemente está envolvida em controvérsias. Em março ela alegou que alguém havia usado o número da Segurança Social do marido para roubar mais de US$ 200 milhões de seu espólio, aponta o Guardian.

Tudo o que sabemos sobre:
Kurt CobainCourtney Love

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.