Cidade Negra apresenta seu "Acústico"

Depois da boa acolhida do públicocarioca no Canecão, a turnê Acústico MTV Cidade Negradesembarca em São Paulo, com apresentações marcadas para sábadoe domingo, na Directv Music Hall. O formato do show será o mesmodo programa Acústico MTV: mais intimista, em que os músicosficam sentados num banco, com um violão ou outro instrumentomusical em mãos. Isso não é empecilho para que o vocalista ToniGarrido se empolgue nas canções mais agitadas. Em São Paulo, o grupo Cidade Negra pretende repetir osucesso no Rio, onde a turnê do novo CD Acústico MTV CidadeNegra teve início. Durante os três dias em que a banda ocupouo Canecão, a casa teve lotação esgotada, alcançando, segundo aorganização do show, uma média de 2.800 pessoas por dia. Contoucom a presença de VIPs, como a governadora do Rio de Janeiro, Benedita daSilva, o cineasta Cacá Diegues e o jogador Leonardo. No domingo,o cantor Gilberto Gil deu uma canja em Extra, composição dele que está no último álbumdo grupo. É um hino do reggae, na opinião dosintegrantes do Cidade. Nos shows da Directv Music Hall, a participação de Gilainda não está confirmada. Também são aguardados Titãs, CapitalInicial, RPM e a trupe da gravadora Trama, entre eles, Jairzinhode Oliveira e Max de Castro. A exemplo do que aconteceu no Rio, o grupo nãofugirá do repertório do disco. Por isso, quem quiser se prevenirjá pode decorar as 17 faixas para conseguir acompanhar as letras junto com Toni Garrido. Entre as músicas inéditas estão Berlim, Girassol ePodes Crer. Há ainda alguns de seus principais hits, comoA Sombra da Maldade, Pensamento, Firmamento, OndeVocê Mora e O Erê, além da versão de Johnny B. Goode,de Chuck Berry. Para a escolha do repertório do CD, o grupo tevea ajuda dos fãs. "Existem músicas importantes, mas poucoconhecidas pelo público, como Conciliação", disse ovocalista. Com cerca de 15 anos de estrada, o Cidade Negra segue afilosofia e o pensamento reggae. Ao longo da carreira, agregouem suas músicas ingredientes de outros ritmos, como rock, pop,soul e MPB. Sem abandonar os princípios da cartilha "reggueira"."Fazemos música positiva", disse Toni. Ele revelou que,inicialmente, não concordava com a proposta de um trabalhoacústico, mas logo percebeu que o momento para um CD nessesmoldes era apropriado. Foi lançado também um DVD, com o programagravado para a MTV. Muitas vezes o Cidade Negra foi criticado pela faltade criatividade no som e por seguir uma fórmula de música quenão tem como desagradar. O público parece não ligar para acrítica. Com os oito CDs lançados, a banda vendeu mais de 3milhões de cópias, além de fazer shows disputados e aparições freqüentes emprogramas de televisão. Depois de São Paulo, o Cidade Negra segue turnê peloBrasil, até junho. No mês de julho, tocam em festivais de reggaeem cidades da Europa, incluindo Amsterdã, Barcelona, Madri,Frankfurt, Berlim, Milão, Paris e o sul da França.Serviço - Cidade Negra. Sábado, às 22 horas, e domingo, às 20horas. De R$ 25,00 a R$ 50,00. Directv Music Hall. Avenida dosJamaris, 213, São Paulo, tel. 5643-2500. Patrocínio: VolkswagenBora

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.