Chuva para e Beyoncé põe 70 mil para dançar no Morumbi

Diva americana sobe ao palco com 20 minutos de atraso ao som do hit 'Crazy in love' e 'Naughty girl'

Aline Nunes, do Jornal da Tarde,

06 Fevereiro 2010 | 23h03

 

SÃO PAULO - Num fim de noite sem chuva, Beyoncé subiu ao palco do Morumbi às 22h20 deste sábado, 6, ao som do hit Crazy in Love, vestida no maiô dourado marca registrada da turnê I am... Tour. Em seguida, a diva, que faturou seis prêmios na 52ª edição do Grammy na semana passada, interpretou os sucessos Naughty girl e Freakum Dress.

 

No telão, o público de 70 mil pessoas avistou a silhueta da diva, que mesclou o ritmo com o sucesso Déjà Vu. Ao contrário de Ivete Sangalo, que escorreu no show de abertura por conta da chuva, Beyoncé, sobre saltos finíssimos dourados, não titubeou.

 

O único contratempo foi provocado pelo espaço reservado à pista VIP, que, normalmente, ocupa um quarto do total. A área estava maior do que o comum, com a demarcação próxima ao meio do estádio, e acabou restringindo o espaço destinado à pista comum. O fato provocou desmaios em várias pessoas, que ficaram espremidas nas grades de divisão entre as áreas comum e VIP.

 

 

Abertura

 

Quem levantou o público de 60 mil pessoas a partir das 19h50 foi a cantora Ivete Sangalo. Com o hit carnavalesco "A base do beijo", ela sacudiu a plateia e, com o palco molhado pela chuva, não evitou o escorregão.

 

"Ai, minha gente, eu também sou poderosa. A Madonna veio aqui, e escorregou. Beyoncé escorregou em Florianópolis também. E eu imitei", disse. "Isso significa que eu também sou uma diva", afirmou a baiana.

 

Ivete não escondeu a empolgação por abrir o show da norte-americana. "Ensaiei três meses tudo isso. Passo a passo. Eu e a Beyoncé já estamos amigas. Até me lembro de nós brincando em Juazeiro", brincou.

 

 

Mas o suingue da baiana só animou a plateia por 50 minutos. Antes dela, o grupo As Valkyrias se apresentaria no Morumbi, mas com a chuva, o show das garotas foi suspenso, os dois telões do espetáculo foram para manutenção e Ivete teve a apresentação de uma hora e 40 minutos reduzida. Entre os sucessos, a cantora lembrou os hits "Arerê", "Berimbau Metalizado" e "Dalila".

 

No entanto, quarenta minutos antes de Beyoncé subir ao palco para começar o show, os telões já haviam sido consertados e o palco já estava seco.

Mais conteúdo sobre:
Beyonce Morombi Ivete Sangalo show

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.