Christie´s leiloará carta de separação dos Beatles

A carta oficial de separação dos Beatles será leiloada na Christie´s, que organizará um leilão de objetos de grandes músicos em 5 de maio. O leilão abrangerá o legado de várias gerações de músicos, de Jimi Hendrix a Robbie Williams, e oferecerá mais de 300 objetos pertencentes a grandes grupos e astros do pop, como The Rolling Stones, The Who, Eric Clapton e Brian Wilson. A carta de separação da banda de Liverpool, cujo valor oscila entre 60 mil e 90 mil euros, foi assinada em 18 de abril de 1969 pelo vocalista John Lennon, pelo guitarrista George Harrison e pelo baterista Ringo Starr. O destinatário era o advogado do grupo, Lee Eastman, pai de Linda, a primeira mulher do ex-Beatle Paul McCartney. A carta anunciava que Eastman deixava de ser o representante legal da banda, cuja dissolução final aconteceu cinco anos depois, em 9 de janeiro de 1975. Desde quando enviaram a carta, os músicos passaram a ter rumos e representantes legais diferentes. Lennon, Harrison e Starr contrataram o representante dos Rolling Stones, e McCartney continuou trabalhando com Lee Eastman e o irmão dele, John Eastman. A Christie´s também leiloará outros documentos, como uma denúncia, por mau comportamento em um meio de transporte público, contra o cantor Mick Jagger, o guitarrista Brian Jones e o baixista Bill Wyman, dos Rolling Stones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.