AP Photo/Sandy Cohen
AP Photo/Sandy Cohen

Chris Cornell é lembrado como 'voz da nossa geração' em funeral

Corpo do cantor foi enterrado no Hollywood Forever Cemetery, em Los Angeles

Sandy Cohen, AP

26 Maio 2017 | 19h32

LOS ANGELES - A elite da música e famosos lembraram Chris Cornell em um funeral nesta sexta-feira, 26, focado no amor da família e dos amigos do frontman do Soundgarden, bem como nos suas conquistas musicais como uma das grandes vozes do rock.

"Chris era tão melódico quanto os Beatles, tão roqueiro quanto o Sabbath e tão evocativo quanto Edgar Allan Poe", disse Tom Morello, companheiro de Cornell no Audioslave, durante sua eulogia.

Chester Bennington, do Linkin Park, cantou Hallelujah, de Leonard Cohen, para os presentes, em que se incluíam Brad Pitt, Pharrell Williams, Christian Bale e outras numerosas celebridades, muitas das quais levadas às lágrimas.

Quatro grandes retratos de Cornell foram colocados em um altar onde Morello, o ator Josh Brolin e os membros do Soundgarden Kim Thayil e Matt Cameron disseram palavras sob o céu nublado no Hollywood Forever Cemetery.

Cerca de 50 fãs se juntaram nos portões do cemitério horas antes da abertura. A lápide de Cornell diz "voz da nossa geração e um artista de todos os tempos". O corpo foi enterrado próximo à lápide de Johnny Ramone.

Estavam presentes no funeral nomes como Courtney Love, Krist Novoselic, Nile Rodgers, James Franco, Dave Navarro e Jerry Cantrell. 

A esposa de Cornell disse na última semana não acreditar que o cantor teve a intenção de se matar, sugerindo que os remédios para ansiedade que ele estava tomando podem ter desempenhado um papel em sua morte. Ele foi encontrado morto na quarta-feira, 17.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.