Chivas Jazz começa com qualidade e casa cheia

A primeira noite da 5ª Edição do Chivas Festival Jazz reuniu mais de mil pessoas e lotou a platéia do Direct TV Hall, na noite de quarta feira, em São Paulo. Quando o pianista Andrew Hill e sua banda composta pelos talentosos jovens John Herbert (baixo) e Nasheet Waits (bateria) subiram ao palco para a música de boas-vindas (And Friday) acontecia ali um dos melhores momentos do show. Em quase duas horas de apresentação, mostrou sem fazer força porque é um dos ícones do piano pós-bop. Concentrado e de pouco papo, instigou seus pupilos a darem o máximo de si e hipnotizou o público por longo tempo. "A música de abertura foi de chorar", disse o empolgado produtor Caio Corsalette. Não ficou por menos o solo do baterista Nasheet Waits, que encantou a platéia com sua vibração e rapidez nas baquetas.O melhor da noite estava por vir. A cantora Sheila Jordan, do alto dos seus 75 anos, abriu seu show ao lado da Steven Kuhn Trio com o delicioso blues Emily. Com voz apurada e simpatia cativante, Sheila elogiou os brasileiros várias vezes e disse ter realizado um sonho em se apresentar no Brasil. "Um dia eu sonhei que estava cantando no Brasil. Aqui estou. É muito gratificante cantar para vocês", revelou. Foi ovacionada.Afinada e bem-humorada, lembrou seus momentos com Charlie Parker e homenageou o lendário saxofonista. Depois foi a vez do pianista Steven Kuhn acompanhado pelo baterista Billy Drummond e pelo fantástico baixista David Finck apresentarem as suas credenciais e composições do que há de melhor no jazz standard . Sheila voltou ao palco e com os braços envoltos nos ombros de Kuhn, companheiro de décadas, cantou Promesse Of You e, mais uma vez, atendendo ao bis, fechou a noite com Sheila?s Blues.Agenda - As atrações que lotaram ontem o DirecTV de São Paulo se apresentam hoje na edição carioca do evento, na Marina da Glória. E as atrações de ontem do Rio - o quarteto do saxofonista Bud Shank e o baterista Louis Hayes & Cannoball Adderley Legacy Band - dão seqüência à agenda paulistana, nesta quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.