Chico César, Théo Werneck e Supla

Supla, Chico César e Théo Werneck animam a semana, dando início à agenda 2001 dos bares e restaurantes da cidade. Para mostrar que deixou de lado os bucólicos violinos, o recentemente reinaugurado Bar Brahma (Av. São João, 677. Tel.: 3333-0855) traz o cantor e compositor Chico César, a partir deste sábado. Ele vai fazer um acústico, às 23h. No repertório, o cantor paraibano promete tocar novas canções como Pensar em Você, Sou Rebelde, 4:25 ou 10 p/3, além dos conhecidos hits Mama África e À Primeira Vista. O interessado deve pagar o couvert artístico de R$ 20 por pessoa. Na segunda-feira será a vez da black music entrar em cena. Théo Werneck (do O Super Positivo) se apresenta no relançamento do Brancaleone (R. Luiz Murat, 298. Tel.: 3034-2491) que retorna das "férias" com nova programação. A conhecida Blackleoni continua às segundas, mas com novos DJs: Gran Master e Milk, que estarão presentes na festa de abertura, a Monday Black. O DJ Hum continua na casa, mas passa a se apresentar toda quinta-feira, seguindo o mesmo estilo. Para a festa Monday Black, que começa a partir das 22h, será cobrada uma consumação mínima: com flyer R$ 20 (homem) e R$ 5 (mulher) e sem flyer a R$ 25 (homem) e R$ 10 (mulher). Já para aqueles que curtem roque pesado e a voz rouca do cantor Supla, a melhor opção é dar uma passada quarta-feira no Grazia a Dio! (R. Girassol, 67. Tel.: 3031-6568) - um restaurante arborizado da Vila Madalena. Além da canja que o cantor fará, dando uma prévia do show no Rock in Rio, o restaurante vai reverter 50% do couvert artístico (a R$ 7) à casa Vida, dirigida pelo padre Júlio Lancellotti.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.