Chico César prestigia semifinal do Prêmio Visa

Chico César prestigia o Prêmio Visa e faz show hoje à noite, na Tom Brasil, após a apresentação dos quatro candidatos da segunda semifinal do concurso. Por conta do show de Chico César, o prêmio vai começar mais cedo, às 20 horas. Os concorrentes são os irmãos Jean & Paulo Garfunkel e mais Chico Saraiva, Rodolfo Stroeter e Sérgio Santos.A carreira de Chico César começou pelos festivais de música do interior. Venceu vários deles, criou público, angariou prestígio, num circuito alternativo ao das grandes gravadoras, pôde bancar o primeiro disco, Aos Vivos, de forma independente. A gravadora Velas distribuiu o CD. Chico tornou-se quase imediata unanimidade. Quando o Prêmio Visa foi criado, há seis anos, pela Rádio Eldorado, Chico César já era famoso e não participava mais de festivais. Mas reconhece na existência deles uma das razões de seu êxito.Da mesma geração de Chico César, são os irmãos e parceiros Jean e Paulo Garfunkel, os primeiros concorrentes de hoje. O regulamento do Prêmio Visa não exige ineditismo dos autores ou da obra. Jean e Paulo têm músicas gravadas por Elis Regina (Calcanhar de Aquiles), Zizi Possi, Pena Branca & Xavantinho, Edson Cordeiro e outros intérpretes importantes. No concurso, eles mesmos defendem as canções que fazem desde os anos 70.O segundo candidato da noite é o carioca - mas criado em Santa Catarina e radicado em São Paulo desde 1995 - Chico Saraiva, também violonista e arranjador. Para defender suas canções ele trouxe ao prêmio, na etapa eliminatória, a cantora Ana Luiza, uma atração à parte (embora a interpretação não esteja em julgamento: o que se julga é a obra) e o cantor Marcelo Pretto, seu companheiro no grupo A Barca, assim como o pianista Lincoln Antônio.O contrabaixista paulistano Rodolfo Stroeter é o terceiro candidato da noite. Criador do grupo Pau Brasil (do qual fazia parte Nelson Ayres, o presidente do júri), Rodolfo é mais conhecido como instrumentista do que como compositor, embora tenha um disco de composições lançado (Mundo, de 1985). Também produtor, trabalhou com Gilberto Gil, Marlui Miranda, Banda Mantiqueira, Joyce, Grupo Amaranto.Encerra a a eliminatória o mineiro Sérgio Santos, que começou carreira incentivado por Milton Nascimento (no espetáculo e disco Missa dos Quilombos) e, assina um dos melhores discos lançados no ano passado, o CD Áfrico, trabalho em parceria com o poeta Paulo César Pinheiro. A última eliminatória do Prêmio Visa será realizada no Canecão, no Rio de Janeiro, no dia 25. Serão, então, conhecidos os cinco finalistas, que disputarão um total de prêmios no valor de R$ 200 mil.6.º Prêmio Visa de MPB - Edição Compositores. 2.ª semifinal. Hoje, às 20 horas. Entrada franca. Os convites devem ser retirados no próprio local, a partir das 12 horas. Informações pelo tel. 3274-6771. Tom Brasil - Vila Olímpia. Rua das Olimpíadas, 66, tel. 5644-9800.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.