Charly García segue em tratamento antidrogas em clínica

Roqueiro argentino foi internado depois de destruiu o hotel no qual estava hospedado no início do mês

Efe,

24 de junho de 2008 | 11h22

Enquanto "evolui favoravelmente" de uma pneumonia, o roqueiro Charly García faz tratamento contra a dependência de drogas, informou na segunda-feira, 23, a clínica neuropsiquiátrica de Buenos Aires na qual o músico argentino permanece internado.   Veja também: Músico Charly Garcia é hospitalizado depois de destruir hotel   O artista "continua com tratamento psicofarmacológico, dorme à noite sem dificuldade e durante o dia se mantém acordado por longos períodos de tempo", afirma o breve boletim médico da clínica Dharma, onde Charly se encontra desde 14 de junho.   O músico, de 56 anos, foi levado à clínica depois de protagonizar um escândalo no início do mês, quando destruiu o hotel no qual estava hospedado, na província de Mendoza (oeste).   Há dez dias, Charly foi levado com um quadro de pneumonia bacteriana a um hospital de Buenos Aires, no qual sofreu uma crise nervosa. Por isso, foi encaminhado a uma clínica neuropsiquiátrica.   Os únicos autorizados a visitar o cantor no estabelecimento são o filho Miguel, o cantor Nito Mestre, que foi companheiro de Charly no grupo Sui Generis, e o ex-representante do artista Fernando Szereszevsky.

Tudo o que sabemos sobre:
Charly García

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.