Charlie Brown e Rappa dividem as atenções da MTV

Marcos Mion foi o centro das atenções na entrega de prêmios do 7º Vídeo Music Brasil (VMB), que ocorreu na virada desta quinta para sexta-feira, no Credicard Hall, em São Paulo. Quanto à música, os destaques foram a banda de rock sant ista Charlie Brown Jr. - os melhores segundo a escolha da audiência - e a carioca O Rappa - os melhores, pelo segundo ano consecutivo, para o júri especializado. Mion mostrou-se em cena à vontade, não se limitando ao anúncio dos prêmios. Clamou por atitude dos jovens brasileiros e divertiu-se provocando a rede Globo ao prometer para o encerramento da cerimônia a presença de Roberto Carlos. Aliás, pela primeira ve z foram exibidas cenas do Acústico do Rei, embargado pela Vênus Platinada - a edição feita pela emissora jovem, no entanto, não exibiu cenas de Roberto Carlos cantando, apenas dos músicos de sua banda tocando Parei na Contramão.Das gracinhas do apresentador, aos palavrões de Dercy Gonçalvez, capazes de deixar até o VJ João Gordo encabulado, rolou de tudo um pouco nesta edição do VMB. Os artistas se apresentaram durante toda a noite, em formações por muitas vezes inéditas: Cássi a Eller ao lado de Rita Lee e Nando Reis; Natiruts e o novo evangélico Rodolfo; fechando a noite, Sepultura e O Rappa. O Charlie Brown Jr. faturou ainda o prêmio de Melhor Vídeo Clipe de Rock e O Rappa ficou com o de Melhor Direção. Foram os melhores da noite. Sandy, em visual pra lá de moderno, e Júnior, que reclamou um pouquinho - não muito - do assédio de suas fãs, ficaram na mão. Concorriam em seis categorias, não venceram nenhuma.A premiação do Charlie Brown Jr. e novamente do Rappa confirma uma tendência que se anunciou em duas das três últimas edições do prêmio - ao menos quando o assunto é a escolha da audiência. Em 1998, os Racionais levaram com Diário de Um Detento e no ano passado O Rappa unificou os dois principais prêmios com A Minha Alma. Desta vez os santistas vencem com Rubão, o Dono do Mundo. Três músicas que enfocam, de maneiras diferentes, a desigualdade social do País. Rebeldia agrada. Mion, que terminou sua participação na noite de entrega dos prêmios com um jogo de cena. Uma seminua Fernanda Lima estapeou o apresentador, que lhe pedia "Fica Comigo, Fernanda!" Apesar do final pastelão, seu projeto pessoal saiu vitorioso. Depois de uma intensiva campanha no programa que o revelou, Piores Clipes do Mundo, o VJ conseguiu incluir a categoria de Pior Vídeo Clipe do Mundo do Brasil. Vários nomes foram citados, mas o grande vencedor, como era esperado, foi Supla. Confira a lista dos vencedores:Melhor do Ano segundo Escolha da Audiência - Charlie Brown Jr. (Rubão, o Dono do Mundo)Melhor do Ano segundo o júri - O Rappa (O que Sobrou do Céu)Melhor Vídeo Clipe de Rock - Charlie Brown ( Rubão, O Dono Do Mundo)Melhor Vídeo Clipe de Eletrônico - DJ MarkyDemo-clipe - Feijão com Arroz (Joe Camarada)Melhor Vídeo Clipe de MPB - Marisa Monte (Amor I Love You)Melhor Vídeo Clipe de Pop - Pato FuDireção - O Rappa (O que Sobrou do Céu)Rap - MV Bill Website - RaimundosRevelação - Bide ou Balde (Melissa)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.