REUTERS/Mario Anzuoni
REUTERS/Mario Anzuoni

Cerimônia do Grammy é adiada para 14 de março

Os organizadores disseram que a cerimônia de entrega dos prêmios da indústria musical foi remarcada após conversas com especialistas em saúde e músicos

Jill Serjeant, Reuters

06 de janeiro de 2021 | 12h53

LOS ANGELES - A cerimônia do Grammy Awards, que aconteceria em 31 de janeiro, foi remarcada para 14 de março devido ao aumento do surto de coronavírus em Los Angeles, disseram os organizadores na terça-feira.

A nova data, anunciada pela Recording Academy e pela emissora CBS em um comunicado conjunto, coincide com a cerimônia de premiação do Screen Actors Guild (SAG) para cinema e televisão.

Os organizadores disseram que a cerimônia de entrega dos prêmios da indústria musical foi adiada após conversas com especialistas em saúde e músicos.





“Depois de conversas meticulosas com especialistas em saúde, nosso anfitrião e artistas programados para comparecer, estamos reagendando a 63ª edição do GRAMMY Awards® para ser transmitido no domingo, 14 de março de 2021”, informou o comunicado.

"A deterioração da situação da covid em Los Angeles, com os serviços hospitalares sobrecarregados, as UTIs atingindo sua capacidade máxima e as novas orientações dos governos estaduais e locais, tudo nos levou a concluir que adiar nosso show era a coisa certa a fazer", acrescentou.

O sindicato SAG-AFTRA, que representa atores, jornalistas e personalidades, disse estar "extremamente decepcionado" com a data conflitante, que anunciou em julho passado.

A cidade de Los Angeles passa por uma alta no número de mortes e internações pelo coronavírus. Academias, salões de beleza e restaurantes estão fechados e moradores receberam orientações para ficar em casa o máximo possível.

Tudo o que sabemos sobre:
cinemaGrammy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.