Celia Cruz, morta em 2003, concorre a sete prêmios

Definitivamente, a marca da cubana Celia Cruz na comunidade hispânica dos Estados Unidos é para sempre. Mesmo depois da morte da Rainha da Salsa, em julho de 2003 por um tumor cerebral, ela continua na crista da onda. Prova disso é que ela venceu um Grammy na cerimônia do último domingo e é a recordista de indicações ao prêmio Billboard de Música Latina 2004, que serão entregues em abril. Ela teve sete indicações em quatro categorias. Celia Cruz pode receber postumamente os seguintes prêmios Billboard: melhor disco latino, disco tropical de artista feminina (três indicações por discos diferentes), disco de grande sucessos latinos (com dois discos diferentes), e canção tropical feminina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.