JB Neto/AE
JB Neto/AE

Cee Lo enfim mostra do que é capaz na segunda noite do festival Sónar em SP

Uma vigorosa versão de Let's Dance, de David Bowie foi a senha para a farra

Jotabê Medeiros, O Estado de S. Paulo,

13 de maio de 2012 | 00h42

SÃO PAULO - Convocação para a festa do cantor norte-americano Cee Lo Green fez efeito na segunda noite do festival Sónar, no Anhembi, em São Paulo, na noite de sábado, 12.

Uma vigorosa versão da antena das pistas dos anos 80, Let's Dance, de David Bowie, que antecipou uma era de hedonismo e diversão nos clubs, foi a senha para a farra. Após dois "canos" nas suas anunciadas vindas ao Brasil, Cee Lo enfim mostrou do que é capaz.

Foi do soul ao funk e ao hip-hop e até a um sample de Stairway to Heaven, do Led Zeppelin em sua busca de apagar as más impressões de seus cancelamentos. "Essa é uma cidade de festa", disse o cantor, tentando engajar o público. Cee Lo é um dos maiores fenômenos da música negra recente, mas ele mesmo advertiu que não é tão recente e que está há 18 anos na estrada.

Seu show não teve o impacto que teria há três anos, quando ele explodiu com o grupo Gnarls Barkley, ao lado do gênio da produção Danger Mouse, mas seu talento é equivalente ao seu peso.

Tudo o que sabemos sobre:
musicasonarcee

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.