Cat Stevens lança "An Other Cup", CD de música pop

Yusuf Islam, conhecido como Cat Stevens antes de se converter à religião muçulmana, lançará um novo disco de música pop depois de 28 anos dedicados à música espiritual e aos trabalhos beneficentes. O CD, "An Other Cup", será lançado nos EUA em 28 de novembro, coincidindo com o 40.º aniversário do lançamento do primeiro disco do cantor inglês."Estou esperançoso de voltar a compor e interpretar canções sobre a vida neste frágil mundo. Para mim é importante servir de ponte para superar as barreiras culturais que alguns temem ultrapassar", afirmou Islam em comunicado.Nascido e criado em Londres, Islam se tornou um astro da música pop nas décadas de 1960 e 1970 e compôs grandes sucessos como "Wild World", "Father and Sun", "Moonshadow" e "Morning Has Broken".No entanto, sua vida deu uma guinada inesperada em 1977, após quase morrer afogado em uma praia de Malibu, na Califórnia.O até então conhecido como Cat Stevens começou a levar uma vida mais espiritual e a conhecer com mais profundidade a religião islâmica, à qual se converteu em 1978, quando mudou seu nome para Yusuf Islam e abandonou a música comercial para se dedicar à música espiritual e a tarefas benéficas e educativas.Durante quase três décadas, o ex-astro da música fundou três escolas muçulmanas em Londres e uma organização sem fins lucrativos, "Small Kindness", reconhecida pela ONU e através da qual presta ajuda aos órfãos de conflitos como Bósnia, Kosovo e Iraque.Além disso, Islam criou seu próprio selo fonográfico, "Ya Records", pelo qual já produziu dez discos de música religiosa e espiritual.Apesar de estar há quase 30 anos afastado da indústria musical, os trabalhos anteriores como Cat Stevens continuam vendendo uma média de 1,5 milhão de discos por ano.Em 2004, o departamento de Segurança Interna dos EUA impediu a entrada de Islam no país, após incluí-lo na lista de vigilância por atividades potencialmente relacionadas ao terrorismo.Na nota de imprensa em que anuncia a próxima gravação do cantor, a companhia fonográfica Atlantic explica que, apesar da proibição que ocorreu há dois anos, "não deve haver problemas para que (Yusuf Islam) possa entrar" nos EUA para promover seu novo disco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.