Diego Tuson/AFP
Diego Tuson/AFP

Cartas de amor entre Leonard Cohen e musa de suas músicas serão leiloadas

Marianne Ihlen inspirou a música 'So Long, Marianne', entre outras

Jill Serjeant, Reuters

23 de maio de 2019 | 11h05

Uma coleção de cartas de amor escritas pelo músico canadense Leonard Cohen para a mulher que inspirou sua música So Long, Marianne será leiloada no mês que vem, dois anos após os dois terem morrido.

O arquivo de 50 cartas de Cohen a Marianne Ihlen traz registros do caso romântico que tiveram na década de 1960 e o desabrochar da carreira de Cohen de poeta em dificuldades a famoso compositor e cantor, disse a casa de leilão Christie’s Nova York nesta quarta-feira.

As cartas estão sendo vendidas pela família de Marianne.

Cohen e a noruguesa Marianne se conheceram na ilha grega de Hidra em 1960 e ela se tornou a inspiração para diversas de suas músicas mais conhecidas, incluindo Bird on a Wire, Hey, That’s No Way to Say Goodbye, e a faixa de 1967 So Long, Marianne.

Marianne faleceu de leucemia em Oslo em julho de 2016, aos 81 anos. Cohen, em uma carta a ela antes de sua morte, escreveu “Amor sem fim, te vejo ao longo da estrada”.

Cohen, que também sofria de leucemia, morreu em novembro de 2016 aos 82 anos.

As cartas têm selos de Hidra, Montreal, Londres, Nova York e Tel Aviv, e continuam ao longo da década de 1970, anos depois que seu relacionamento romântico terminou.

Tudo o que sabemos sobre:
Leonard Cohenleilão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.