Cão destrói urso de pelúcia de Elvis Presley em museu

Um cão de guarda arrasou uma coleção de raros ursos de pelúcia, incluindo um que pertenceu ao cantor Elvis Presley, nesta terça-feira, em um museu infantil, na Inglaterra. "Foi do nada, ele virou de repente um demônio", disse Daniel Medley, que administra o Wookey Hole Caves, onde podem ser encontrados centenas de ursos.O cachorro, que tem 6 anos e se chama Barney, arrancou primeiro a cabeça de um urso marrom bastante estufado, o Mabel, feito em 1909 pelo alemão Steiff, mordendo seus membros e sua cabeça.A coleção de urso é avaliada em mais de US$ 900 mil e inclui um vermelho confeccionado por Farnell em 1910 e um chamado Bobby Bruin feito por Merrythought em 1936.O urso de Elvis Presley foi adquirido através de um leilão em Memphis, nos Estados Unidos, pelo aristocrata Benjamin Slade, que emprestou o objeto ao museu. "Eu falei com o dono do urso e ele não está muito contente", disse Medley. Um segurança do museu, Greg West, contou que tentou impedir Barney minutos antes da destruição lutando com o cão corpo-a-corpo no chão.

Agencia Estado,

02 de agosto de 2006 | 17h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.