Cantores líricos mostram repertório variado

Um recital no Theatro São Pedroreúne amanhã à noite a soprano Olga Bakali, a meio-sopranoRegina Elena Mesquita, o barítono Sebastião Teixeira, o baixoLuiz Otavio Faria e a pianista Vânia Pajares. A partir das 20h30, eles vão interpretar trechos de óperas de Verdi, Mascagni,Carlos Gomes, Ponchielli, Leoncavallo e Saint-Säens. A noite começa com a ária Qualle Orribile Peccato,da Fosca, de Carlos Gomes, que será interpretada por Olga,soprano dramática grega radicada nos Estados Unidos. Naseqüência, trechos de Il Trovatore, de Giuseppe Verdi. Oprimeiro é a ária Stride la Vampa (na voz de Regina ElenaMesquita); o segundo, o dueto de Leonora com o Conde de Luna,com Olha Bakali e Sebastião Teixeira. Ainda de Verdi, o baixoLuiz Otavio Faria - o Banquo da montagem de Macbeth recém-apresentada no Municipal de São Paulo - interpreta Vouz PriezVainement le Ciel, da ópera Jerusalém. Após Sebastião Teixeira interpretar o Prólogo daópera I Pagliacci, Olga e Regina voltam ao palco para cantaro dueto entre Gioconda e Laura da ópera La Gioconda, dePonchielli. Da mesma ópera, Luiz Otavio Faria canta a ária deAlvise e, ao lado de Regina Elena, o dueto Qui ChiamataM´Avete, e Olga Bakali interpreta a ária Suicídio!. De Verdi, há ainda o revolucionário dueto entre omatador Sparafucille e Rigoletto (Faria e Teixeira), o duetopara soprano e meio-soprano Fu la Sorte dell´Armi..., daópera Aida, e o quarteto Sii Maledetto, da ópera DonCarlo, que exige a presença no palco de todos os solistas dorecital. Sebastião Teixeira canta ainda a ária de Iberê, Sognid´Amore, da ópera Lo Schiavo, de Carlos Gomes, e participa, comOlga, do dueto Il Signore vi Manda, entre Santuzza e Alfio,da Cavalleria Rusticana, de Mascagni. Único autor francês dorecital, Saint-Säens aparece com a ária Mon Coeur S´Ouvre a taVoix, da ópera Sansão e Dalila, uma das mais conhecidas peçasdo repertório de meio-soprano.Serviço - Uma Noite de Ópera. Quarta, às 20h30. R$ 10,00. Theatro São Pedro. Rua Barra Funda, 171, tel. (11)3667-0499.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.