Matt Sayles/Invision/AP
Matt Sayles/Invision/AP

Cantora P!nk é capa da edição de "pessoas bonitas" da revista 'People'

Conhecida por apresentações acrobáticas, P!nk emplacou hits como 'What About Us' e 'Raise Your Glass' ao longo de 20 anos

Jill Serjeant, Reuters

18 Abril 2018 | 13h42

A cantora Pink (ou P!nk) ilustrou a capa da edição anual de pessoas bonitas da revista People nesta quarta-feira, 18, escolhida por ser “um exemplo que personifica honestidade e autoconfiança” segundo a publicação especializada em celebridades. 

A cantora de 38 anos, vencedora do Grammy, foi retratada ao lado de seus dois filhos, Jameson Moon, de 15 meses, e Willow Sage, de 6 anos, na edição rebatizada de The Beautiful Issue, que incluiu Meghan Markle, entre as mais de 70 outras mulheres e cinco homens.

A lista anual era chamada de Most Beautiful Woman (mulheres mais bonitas, em tradução livre), mas o editor-chefe da People, Jess Cagle, disse que ela foi rebatizada “para deixar claro que a edição não é um concurso de beleza”.

A lista traz “mulheres bonitas (e alguns homens) de todas as formas, tamanhos e cores, e celebra as qualidades mais bonitas de todas: força, humanidade e talento artístico”, acrescentou Cagle.

++ P!nk lança nova música e anuncia primeiro álbum em cinco anos

Conhecida por suas apresentações acrobáticas, Pink emplacou sucessos como What About Us e Raise Your Glass ao longo de uma carreira de 20 anos.

Entretanto, a revista se concentrou em seus dotes maternos ao lado do marido, Carey Hart. “A questão de ser mãe é que você nunca sabe se o que está fazendo está certo”, disse à People. “Este está sendo o maior aprendizado para mim”.

Meghan Markle, atriz da série de televisão Suits que irá se casar com o príncipe britânico Harry no próximo mês, foi incluída na seção “bonitas por dentro e por fora” ao lado da atriz Gal Gadot, de Mulher Maravilha, da tenista Serena Williams e das quatro estrelas do filme de super-herói Pantera Negra.

Mais conteúdo sobre:
Pink

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.