Cantora peruana canta no Villa-Lobos

A cantora peruana Adriana Mezzadri é a atração desta semana da série Bach, Brasil e Outras Bossas, que tem direção artística do crítico musical J. Jota de Moraes. Acompanhada de guitarras, teclado, percussão, charango e flautas andinas, ela canta amanhã nessa sexta-feira no auditório da Livraria Cultura do Shopping Villa-Lobos (Av. das Nações Unidas, 4.777) a partir das 20 horas.No programa estão canções peruanas e brasileiras: Como a Brisa, Estatua de Hielo, Meia-Noite, Fruto da Inocência, Te Tiengo Medo, Aliança Eterna e Por Verte Reir, da própria Adriana Como Vai Você, de Antônio Marcos, Na Escuridão, de Ulisses Machado, Coração Ateu, de Sueli Costa, Tristeza de Amar, de Gerando Vandré, Gracias a la Vida e Volver a los 17, de Violeta Parra, Unicórnio, de Silvio Rodriguez, Años, de Pablo Milanés, Alma Corazón y Vida, de Adrián Flores, e La Flor de la Canela, de Chabuca Grande.Carreira eclética - Filha de pai brasileiro e mãe peruana, Adriana nasceu em Lima, mas viveu sua infância no Brasil. Aos 12 anos já compunha e, quando voltou ao Peru, começou a dedicar-se também ao canto, participando de apresentações de zarzuelas e eventos religiosos.Foi no Brasil, no entanto, que ela desenvolveu sua carreira, tendo participado de espetáculos como Noturno e A Dança dos Signos, de Oswaldo Montenegro. Seu repertório é bastante vasto: vai desde canções folclóricas peruanas ao rock e country.Recentemente ela gravou seu primeiro disco, produzido por K.C. Porter, fusão de sons contemporâneos, como o da guitarra elétrica, e de instrumentos folclóricos, como a flauta indígena.

Agencia Estado,

21 de dezembro de 2000 | 19h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.