PAUL BERGEN/EFE
PAUL BERGEN/EFE

Cantora holandesa Rita Reys morre aos 88 anos

Artista recebeu o título de Primeira Dama do Jazz Europeu nos anos 1960

EFE - Agência Estado

29 de julho de 2013 | 15h32

A cantora holandesa Rita Reys, que dedicou 70 anos de sua vida ao jazz, morreu na noite do último sábado, aos 88 anos, segundo informações do jornal holandês Dutchnews. Nomeada a Primeira Dama do Jazz Europeu nos anos 1960, durante o festival de Juan-Les-Pins, na França, atuou ao lado de grandes nomes como Dizzy Gillespie, Johnny Griffin, Art Blakey e Lester Young. Reys, que nasceu em Roterdã em 21 de dezembro de 1924, ganhou reconhecimento internacional ao gravar o álbum The Cool Voice em Nova York, em 1956, com os Jazz Messengers de Art Blakey. Ao longo da carreira, recebeu seis prêmios Edison (o Grammy holandês) o Bird Award e o American Songbook.

 

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.