Cantora Carly Rae Jepsen cancela show a escoteiros por veto a gays

A cantora pop canadense Carly Rae Jepsen cancelou nesta terça-feira sua participação em um show para escoteiros norte-americanos por causa da proibição de homossexuais no movimento. É a segunda atração a desistir do festival nacional Jamboree de verão dos escoteiros dos EUA.

Reuters

05 de março de 2013 | 20h14

Carly Rae, cujo single "Call Me Maybe" foi indicado ao Grammy de música do ano, disse pelo Twitter que não vai se apresentar no evento por apoiar os direitos dos homossexuais.

"Apoiei e continuo apoiando a comunidade LGBT em nível global", disse a cantora, de 27 anos.

A banda Train já havia decidido não se apresentar no evento, marcado para julho na Virgínia Ocidental, a não ser que a organização juvenil revogue seu veto a homossexuais.

O movimento escoteiro, que existe há 103 anos, sofre atualmente forte pressão de ativistas para alterar sua posição.

O Jamboree nacional norte-americano é realizado a cada quatro anos, e a expectativa é de que reúna 45 mil escoteiros e chefes.

A entidade afirmou que o evento será mantido.

(Reportagem de Eric Kelsey)

Tudo o que sabemos sobre:
MUSICAEUAJEPSEN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.