Cantor Marrone é acusado de estupro de menor em motel

O cantor Marrone, de 40 anos, da dupla sertaneja Bruno e Marrone, deverá ser intimado nesta segunda-feira para prestar esclarecimentos sobre um caso de estupro. Ele está sendo acusado por uma menor. O crime de violação, segundo a denúncia, ocorreu no último dia 18, durante uma festa dentro de um motel. A intimação é da delegada Karla Fernandes Guimarães, da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM), em Aparecida de Goiânia (GO), município vizinho, localizado a 22 quilômetros do centro de Goiânia.De acordo com fontes policiais, além da menor de 18 anos, que é a autora da queixa, na festa do motel estavam outras três mulheres. Após o suposto estupro, a menor foi a uma delegacia (2º DP) onde registrou o B.O. Depois, fez o exame de corpo de delito para configurar a conjunção carnal, cujos resultados não foram divulgados.A delegada Karla não estava de plantão e também não foi localizada pelo Estado. Mas já se sabe que ela ouviu algumas das testemunhas apresentadas pela menor, assim como pessoas que participaram da festa. Segundo fontes policiais, há contradições no depoimento de duas das pessoas envolvidas no caso. Como não está convencida do crime, a polícia está intimando o cantor Marrone."Não houve o flagrante, então o cantor deverá prestar depoimento e, depois, ser liberado", afirmou um policial. "Mas se ele não se apresentar poderá ser constrangido a ir à delegacia, porque se trata de uma denúncia de crime grave", disse. Pelo artigo 213 do Código Penal, a pena para o caso é de reclusão de seis a 10 anos, se houver condenação, por se tratar de uma menor de idade.Texto alterado em 1º de junho, para correção da informação sobre a pena do crime

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.