Cantor James Brown é enterrado em local temporário

James Brown, o "Pai do Soul", que morreu no último dia 25 de dezembro, foi enterrado no sábado, 10, em uma cerimônia restrita à família e presidida pelo reverendo Al Sharpton, informou seu gabinete em um comunicado. Brown, que faleceu em Atlanta aos 73 anos, foi sepultado em um lugar temporário até a conclusão de um mausoléu público em local ainda não relevado, de acordo com o gabinete do reverendo. Segundo informações da mídia local, o corpo do cantor foi colocado em uma cripta em Beech Island, na Carolina do Sul, onde vive uma de suas filhas. Os outros filhos de Brown, amigos próximos e parentes compareceram à cerimônia. O cantor deixou "muitas propriedades, que estão atualmente sendo disputadas nos tribunais", e seus filhos "queriam ver seu pai sepultado, sem esperar qualquer decisão judicial", disse Sharpton, que era amigo pessoal de Brown. O corpo de cantor vinha sendo mantido em uma sala climatizada na casa da família, na Carolina do Sul, em um caixão de bronze e ouro. Enquanto isso, familiares envolviam-se em uma batalha judicial sobre os bens e o espólio de Brown. Entre muitas outras conquistas de sua carreira, Brown ampliou o alcance do funk e seu ritmo influenciou o pop e a dance music a partir da década de 1950.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.