Cantor George Michael anuncia que não fará mais turnês

Em entrevista, músico britânico de 45 anos diz que 'a música pop deve estar relacionada com a cultura jovem'

Efe,

13 de junho de 2008 | 15h35

O cantor britânico George Michael não fará mais turnês, pois quer uma "vida mais tranqüila", revelou o astro em entrevista exibida nesta sexta-feira, 13, pela emissora pública BBC.   "A razão principal é que tenho 45 anos e acho que a música pop deve estar relacionada com a cultura jovem. Não deveria ser uma prova de resistência", explicou o ex-integrante do grupo Wham!.   A estrela do pop ressaltou que há "muitas outras coisas" que deseja fazer fora do mundo da música, mas negou que vá se aposentar. "Se posso viver mais à margem da atenção pública, acho que será melhor para todos", disse, em alusão a seus problemas pessoais, como dependência de drogas - em 2006, ele foi detido em Londres por posse ilegal de entorpecentes.   Michael afirmou que procura se afastar de sua "própria burrice" para "tentar se comportar".   Em agosto, o cantor fará em Londres dois shows chamados The Final Two (Os Dois Últimos, em tradução livre), que servirão para fechar sua 25 Live Tour, que começou em 2006 em Barcelona para comemorar seus 25 anos de carreira.   George Michael, que fez sucesso nos anos 80 com a banda Wham! e depois com seu primeiro disco solo, Faith (1988), vendeu mais de 80 milhões de álbuns no mundo todo.

Tudo o que sabemos sobre:
George Michael

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.