Divulgação
Divulgação

Cantor desmente revista e nega ter dito que Michael Jackson lhe deu drogas

Em entrevista para 'OK! Magazine', Aaron Carter teria declarado que o Rei do Pop lhe deu cocaína

estadão.com.br,

04 de julho de 2011 | 11h57

SÃO PAULO - Depois de gerar polêmica com declarações feitas em entrevista à revista australiana Ok! na semana passada, o cantor Aaron Carter negou, através de um representante, que Michael Jackson teria lhe dado bebidas e cocaína quando tinha apenas 15 anos.

 

A entrevista divulgada pela Ok! Magazine traz declarações de Carter, que segundo seu assessor, foram totalmente fabricadas. O cantor teria dito à repórter Daphne Barak que Michael lhe deu cocaína. "Eu me senti estranho com relação a isso e outras coisas... Nós nos falávamos no telefone por horas e horas. Eu admirava Michael, mas seu comportamento me preocupava", publicou a revista.

 

Um representante da publicação australiana confirma a legitimidade da reportagem com o Aaron Carter, em pronunciamento feito ao site de celebridades TMZ.

 

O artista, que fez sucesso no início dos anos 2000 entre o público teen e fãs de seu irmão, Nick Carter, dos Backstreet Boys. No início do ano, Aaron Carter se internou em uma clínica psiquiátrica por problemas emocionais. Ele trabalha atualmente em um novo disco.

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    Aaron CarterMichael Jacksonpolêmica

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.