REUTERS/Fabrizio Bensch
REUTERS/Fabrizio Bensch

Cantor britânico Sting vende catálogo musical da carreira à Universal

O acordo inclui todos os trabalhos solo do cantor e compositor britânico, bem como aqueles quando ele estava com a banda de rock The Police

Marie-Louise Gumuchian, Reuters

10 de fevereiro de 2022 | 15h20

LONDRES -  O cantor e compositor britânico Sting vendeu o catálogo musical de sua carreira para a Universal Music Publishing Group (UMPG), informou a empresa nesta quinta-feira, no mais recente movimento do tipo por um artista para lucrar com seu trabalho.



O acordo inclui todos os trabalhos solo de Sting, bem como aqueles quando ele estava com a banda de rock The Police - incluindo os clássicos Every Breath You Take, Roxanne, Shape Of My Heart, Message in a Bottle, Fields Of Gold, Desert Rose e Englishman in New York, entre outros.

A UMPG, braço editorial da Universal Music Group (UMG), não divulgou detalhes financeiros do contrato, que reúne a publicação da música de Sting e seu catálogo de músicas gravadas.

"É absolutamente essencial para mim que o repertório de trabalho da minha carreira tenha um lar onde seja valorizado e respeitado - não apenas para me conectar com fãs de longa data de novas maneiras, mas também para apresentar minhas músicas a novos públicos, músicos e gerações", disse Sting em comunicado.

 


"Ao longo da minha carreira, tive um relacionamento longo e bem-sucedido com a UMG como minha parceira, então pareceu natural unir tudo em uma casa confiável, enquanto volto ao estúdio, pronto para o próximo capítulo."

A banda The Police, do qual Sting foi co-fundador, vocalista e baixista, lançou cinco álbuns de estúdio entre 1978 e 1983.

Como artista solo, ele lançou mais de uma dúzia de álbuns de estúdio, começando com The Dream of Blue Turtles, de 1985. Seu disco mais recente, The Bridge, foi lançado em novembro.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
The PoliceStingmúsicaUniversal Music

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.