Caetano Veloso faz show em SP

Caetano Veloso sobe, em minitemporada, só sábado e domingo, ao palco do Teatro Alfa, para promover o lançamento do CD duplo Noites do Norte ao Vivo. Os dois espetáculos encerram a turnê do show Noites do Norte, durante a qual foi gravado o disco (em apresentações em São Paulo e em Salvador) agora em lançamento.É um belíssimo espetáculo, em que o compositor interpreta a íntegra do repertório de Noites do Norte, presta homenagens a Tom Jobim, Jorge Ben Jor, Lulu Santos, tira do esquecimento músicas suas que há muito não cantava (como Araçá Azul, do disco homônimo, do início dos anos 70), recria clássicos de sua lavra.Quem também está em final de temporada é o grupo pernambucano Cordel do Fogo Encantado, uma das boas revelações da nova música nordestina. O Cordel canta no Sesc Pompéia, só nesta sexta-feira. Faz uma combinação de teatro (o espetáculo tem o formato de auto) e música. Muitos ritmos e gêneros da terra do quinteto aparecem no espetáculo - do samba de coco ao reisado, do candomblé ao toré indígena. É marcante (com e sem trocadilho) a percussão seca, altissonante, que dá às apresentações do Cordel um clima de urgência e calor. O percussionista Naná Vasconcelos, também pernambucano, ouviu os cinco e por eles se encantou. Produziu-lhes o primeiro CD, Cordel do Fogo Encantado, e fez com eles apresentações em várias praças, inclusive em São Paulo. O Cordel parte, agora, em viagem pelo Brasil. Quando voltar à cidade, será com novo espetáculo. A chance é agora.Do Nordeste para o Norte, dois shows para não perder: os de comemoração de 25 anos de carreira e 50 de idade do paraense Nilson Chaves, um artista singular, cujo sucesso se fez à margem da indústria, por meio de discos independentes e com shows por todo o Brasil - sempre com casas e estádios lotados.Nilson deu início às comemorações na semana passada, em Belém. Organizou um grande espetáculo, com 50 convidados - cada um deles cantando uma de suas músicas. Entre os que participaram estavam Ednardo, Chico César, Elba Ramalho, Celso Viáfora, Ivan Lins, Zé Renato, Zeca Baleiro, Sandra de Sá, Fafá de Belém, Boca Livre, Xangai, Sebastião Tapajós, Dércio Marques, Sá, Rodrix & Guarabira, Boca Livre, Jane Duboc.Meça-se por aí o prestígio de que Nilson Chaves desfruta no meio artístico. E, sobre ele, mais uma boa notícia: vai aproveitar as apresentações em São Paulo - que contarão com a participação especial de Celso Viáfora - para lançar seu 12.º disco, Gaia, que tem chancela do selo independente Outros Brasis. É disso que se trata: há outros brasis, bem melhores do que o mostrado por rádio e televisão.E amanhã, em dois horários, no Centro Cultural Banco do Brasil, apresenta-se o coral The Jubilee Singers, grupo americano de gospel que inaugura a série Negro Spirituals, o Canto de um Povo. O grupo existe há 33 anos e já viajou pelo mundo mostrando o canto religioso revificado pelas igrejas negras dos Estados Unidos.As outras atrações da série são, na próxima sexta-feira, a meio-soprano Laurice Laniner, um fenômeno de 22 anos, ainda estudante da Julliard School of Music (são poucos os que conseguem vaga lá) e, no dia 14, o grupo The American Spiritual Ensemble, fundado em 1995 por Evereett McCorvey e integrado por cantores experientes nos grandes palcos operísticos. Chance para ver o verdadeiro spiritual - a maioria dos grupos que aparece por aqui é do tipo para turista. Os desta série são sérios.Serviço - Caetano Veloso. Sábado, às 21 horas; e domingo, às 19 horas. De R$ 30,00 a R$ 100,00; R$ 15,00 a R$ 50,00 (estudantes). Teatro Alfa. Rua Bento de Andrade Filho, 722, tel. 5693-4000.Cordel do Fogo Encantado. Sexta-feira, às 21 horas. R$ 7,50 (estudantes), R$ 11,00 e R$ 15,00. Teatro do Sesc Pompéia. Rua Clélia, 93, tel. 3871-7700Negro Spirituals - O Canto de um Povo. Amanhã(30), às 13 e 17 horas. Dia 7/12, única apresentação às 17 horas. Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Álvares Penteado, 112, tel. 3113-3651. Até 14/12. Patrocínio: Centro Cultural Banco do BrasilNilson Chaves. Sábado, às 21 horas; e domingo, às 20 horas. R$ 7,50 (estudantes) e R$ 15,00. Teatro Crowne Plaza. Rua Frei Caneca, 1.360, tel. 289-0985.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.