Caetano e Gadú: show de cores e emoções

Caetano e Gadú: show de cores e emoções

Baiano convidou público de São Paulo a cantar e se soltar; paulistana agradecia

Carolina Spillari, Estadão.com.br

25 de novembro de 2010 | 10h56

Maria Gadú e Caetano Veloso não deixaram por menos e cantaram mais de 25 músicas de seus repertórios, na passagem da turnê Duo por São Paulo, durante o show desta quarta-feira, 24. A apresentação foi dividida em três momentos. Só Maria, só Veloso e o dos dois juntos. "O pessoal a recebeu na Bahia com um entusiasmo!", contou Caetano sobre o show com Maria Gadú em Salvador, na abertura da turnê, chamando o público à empolgação.

 

Não se amarra dinheiro não. A Beleza Pura de Caetano é amarrada na Bela Flor de Gadú, as poesias se encontraram e se ligaram. O repertório da cantora é doce, fala de amor, de encontro e fé, a exemplo de Caetano, a quem tratou como mestre quando o abraçou e reverenciou.

 

A primeira música foi puxada por ele e dividida com ela. Gadú mostrou voz forte e encorpada. Depois ela cantou músicas do seu disco, batizado com o nome dela, e empolgou o público feminino. A cada nova música, o cenário do palco - uma esfera gigante e o fundo - mudava de cor. Um show de cores: roxo, azul, vermelho, verde, amarelo e rosa acompanhavam cada nota. No momento dos aplausos e a cada nova música o branco e preto davam o tom.

 

 

 

 

Gadú mostrou todo o seu visual andrógino, com óculos quadrados, estilo anos 80, cabelos lambidos e regata justa. Os dois vestiam branco e preto na ordem invertida, ele preto na parte de cima da roupa, ela preto na de baixo. Ao ser aplaudida, agradecia, com um ar singelo.

 

Só depois de Sampa o público paulistano começou a se soltar mais e vibrou com antigos sucessos como se fossem novos. Depois de cantar Alegria, Alegria, música que compôs quando estava na faixa etária de Gadú, Caetano embalou um comecinho de Shimbalaiê: "um dia ainda vou cantar", provocou, sem continuar.

 

Do paulista Adoniran Barbosa, Trem das Onze marcou a celebração dos 100 anos do compositor. Também foram homenageados Peninha, Marina Lima e Chico Buarque.

 

A turnê Duo continua em Belo Horizonte, dia 26, Rio de Janeiro, 5 de dezembro, e Recife, 9 de dezembro.

 

SETLIST

 

Beleza Pura - Caetano Veloso

Bela Flor - Maria Gadú

Encontro - Maria Gadú

Tudo Diferente - Maria Gadú

Dona Cila - Maria Gadú

Altar Particular - Maria Gadú

Laranja - Maria Gadú

A História de Lily Braun - de Chico Buarque por Maria Gadú

Podres Poderes - Caetano Veloso

O Quereres - Caetano Veloso

Sampa - Caetano Veloso

Milagres do Povo - Caetano Veloso

Genipapo Absoluto - Caetano Veloso

Odeio - Caetano Veloso

De Noite na Cama - Caetano Veloso

Desde que o Samba é Samba - Caetano Veloso

Sozinho - Peninha 

Alegria, Alegria - Caetano Veloso

Vaca Profana - Caetano Veloso

Rapte me Camaleoa - Caetano Veloso

Trem das Onze - Adoniran Barbosa

Leãozinho - Caetano Veloso

Odara - Caetano Veloso

Nosso Estranho Amor - Marina Lima

Vai Levando - Chico Buarque e Caetano Veloso

Menino do Rio - Caetano Veloso

Tudo o que sabemos sobre:
caetano velosomaria gadú

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.