Mario Anzuoni/Reuters
Mario Anzuoni/Reuters

BTS apresenta hit 'Dynamite' no Grammy: 'Não conseguimos acreditar'

Grupo sul-coreano lançou a música durante a quarentena e ganhou sua primeira indicação ao prêmio

Mesfin Fekadu, AP

13 de março de 2021 | 05h00

NOVA YORK - Preso em casa durante a pandemia, o BTS compôs Dynamite e lançou a música como um presente para seus fãs em quarentena. Agora, o presente voltou para eles – na forma de sua primeira indicação ao Grammy.

“Muitas pessoas ficaram tristes e abatidas por causa da situação da covid e nossa sugestão foi meio que animar (todo mundo)”, disse Jin em entrevista esta semana para a Associated Press.

“Era para estarmos em turnê no mundo todo. Não tinha nenhum plano para lançar um single como Dynamite”, explicou RM. “Mas Dynamite nos deu um grande sucesso na Coreia e, é claro, uma indicação ao Grammy, então, você sabe, a vida é mesmo muito interessante”.

Quando foi lançada, no ano passado, Dynamite se tornou o primeiro hit do BTS na parada Billboard Hot 100. Depois de anos aparecendo nos Top 40 e lotando arenas e estádios, o coletivo de sete membros agora está competindo pela melhor performance de duo/ grupo pop que se apresentará na cerimônia de domingo.

BTS é o primeiro grupo de K-pop a competir no Grammy. “É realmente difícil expressar em palavras”, disse Jimin sobre a indicação. “Até agora não conseguimos acreditar que fomos indicados e vamos nos apresentar no Grammy. Então, estamos muito gratos. Estamos honrados”.

O sucesso explosivo do BTS irá enfrentar outro sucesso, Rain on Me, de Lady Gaga e Ariana Grande, além de hits do Top 10 como Taylor Swift e Bon Iver em Exile e Intentions, de Justin Bieber e Quavo. Un Dia, de J. Balvin, Bad Bunny e Dua Lipa, que liderou a parada de canções Hot Latin da Billboard, completa os cinco indicados.

“Sempre ouço Rain on Me. É muito bom ouvir essa música na esteira. Foi um sucesso. Foi um incêndio no ano passado”, disse RM. “E, claro, Intentions e Exile são muito loucas. Além de J. Balvin e Dua Lipa”.

“Estamos nervosos e, na verdade, francamente, não esperamos (ganhar), porque não quero ficar desapontado, todos os grandes nomes estão lá: Lady Gaga, Taylor, Bieber. Então, estamos meio confusos. É tipo uma montanha-russa, para frente e para trás, para cima e para baixo”.

Sua apresentação no Grammy marcará sua segunda vez na premiação principal – eles se apresentaram com Lil Nas X quando ele cantou Old Town Road no ano passado. A performance de domingo segue a recente exibição de MTV Unplugged Presents: BTS, que trouxe o BTS fazendo cover da popular balada de rock do Coldplay, Fix You.

Num tweet – em coreano – o Coldplay chamou a versão do BTS de “linda”. “Eles vieram para a Coreia uns três anos atrás para um grande show, e eu e J-Hope fomos ao show deles e ouvimos Fix You e significou muito para a gente”, lembrou RM. “Espero que possamos trabalhar com eles, ou talvez só nos encontrar e tomar um chá ou café ou qualquer coisa. Nós amamos o Coldplay”.

O IFPI, organização que representa a indústria fonográfica global, disse na semana passada que o BTS foi a banda mais vendida de 2020.

Atualmente, eles estão trabalhando em novas músicas – como grupo e também solistas. Eles disseram que a indicação ao Grammy cria alguma pressão para o próximo lote de canções que eles estão produzindo, mas que não estão deixando o sucesso subir à sua cabeça. 

“Nós estamos tentando manter o pé no chão e continuar fazendo o que estamos fazendo”, disse RM. / TRADUÇÃO DE RENATO PRELORENTZOU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.