Bruce Willis canta para tropas americanas no Iraque

Deve ter sido o primeiro show de rock no desértico norte iraquiano. E um dos mais estranhos também. A cerca de 60 quilômetros da fronteira com a Síria, tropas americanas assistiram a uma inusitada apresentação do ator Bruce Willis. A maioria dos soldados confessou ignorar o Bruce cantor, mas aprovou. "Isso é importante para a gente", disse um militar da 101.ª divisão aérea."É bom para a moral", afirmou um comandante do 187.º regimento da Infantaria, acrescentando que os soldados se identificam com astros do cinema de ação. Usando roupas militares, o ator da série Duro de Matar cantou clássicos do rock e do blues com sua banda, a Accelerator. "Estamos aqui para dar apoio a vocês, disse à platéia. "Se o pegarem, me dêem quatro segundos com Saddam Hussein." O ator prometeu US$ 1 milhão a quem o capturar.Diante de centenas de soldados, Willis defendeu a guerra ao Iraque. "Eu acho que os iraquianos estão felizes por nós estarmos aqui", disse, admitindo, porém, não ter se encontrado com nenhum deles. Willis deve ainda visitar tropas estacionadas em Tikrit, terra natal de Saddam e local de forte resistência aos americanos. Depois, embarca para o Kuwait, onde faz mais dois shows.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.