Br´oz, o Rouge masculino, nasce para o estrelato

Dias depois de concluir o programa que lhes deu fama, os garotos do Br´oz, a banda que, assim como o fenômeno Rouge, nasceu de um programa do SBT já tem até fã-clube oficial. Quem contou isso foi Filipe, durante a primeira coletiva do grupo, ocorrida segunda-feira no Grand Hyatt, para marcar o lançamento do CD da banda. Ele foi um dos 34 mil inscritos para a versão masculina do programa que, como os outros quatro escolhidos, conseguiu passar por 11 eliminatórias, ao longo de 3 meses, para fazer parte da nova banda. "A produção pediu que escolhêssemos o nome. Primeiro veio Brothers, mas achamos muito americano. Lembramos do Mario Bros. (o clássico videogame da Nintendo) e depois de brincar muito, acabamos optando por Br´oz", explica Filipe. Esses e outros detalhes dos bastidores do reality show de Sílvio Santos ainda estão muito vivos na cabeça dos cinco finalistas. "A gente emagreceu um pouco, começou a malhar e estamos comendo coisas saudáveis", comenta Oscar, fazendo um balanço da experiência na Casa Pop. "Mas tudo em prol do trabalho, que exige um visual legal." Mas o critério que elegeu os finalistas não foi só a aparência, como explicitou Rick Bonadio, empresário da nova banda que lançou, entre outros, Charlie Brown Jr. e o próprio Rouge. "O critério mais importante foi a combinação da voz do participante com o resto da banda", explica. E como era de se imaginar, o fantasma dos 1 milhão de discos vendidos (mais 50 mil DVDs) pelo Rouge está rondando a banda há muito tempo. A partir de hoje, serão distribuídas 200 mil cópias do CD por todo o País. "Até o final do mês, já serão 250 mil", diz Alexandre Schiavo, vice-presidente de marketing e artístico da gravadora Sony Music. "Números como os do Rouge são difíceis de alcançar, até mesmo em mercados pop mais desenvolvidos, como EUA e Japão." Por ora, a certeza fica por conta da agenda dos rapazes - se apresentam neste domingo no Domingo Legal, e no dia 1º de novembro no Olympia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.