Brown na mira da câmera de Fernando Trueba

Um dos principais cineastas espanhóis, Fernando Trueba, foi a presença-surpresa da 3.ª noite do Festival deVerão de Salvador, nesta sexta-feira.Trueba roda em Salvador o filme Milagre no Candeal, e, segundo declarou ao jornal El País, a idéia surgiu em uma visita aobairro onde Carlinhos Brown vive. "Quase me saltaram lágrimas aos olhos o primeiro dia em que chegamos à favela; de repente, ouvimosuma música bum bum bum e, ao dar a volta na esquina, nos encontramos em um solar onde havia 50 meninos entre 8 e 10 anostocando latas de azeite e um professor que lhes ia ensinando??, disse Trueba.O interesse de Trueba é retratar os projetos que Brown desenvolve no Candeal, com a sua Associação Pracatum. "Gostaria deretratar esse pequeno milagre de forma cinematográfica", disse Trueba.Um dos músicos que participa das filmagens é o cubano Bebo Valdez, um pianista de 85 anos que é pai do também pianista Chucho Valdez, que vive em Cuba. Seu pai, ao contrário, vive na Suíça há 40 anos. São dois mitos da música cubana. Bebo Valdez, que participou do show de Brown na abertura do festival, é também o condutor do documentário. Trueba conta a história de sua participação no filme: "O Bebo Valdez me disse uma vez que não queria morrer antes de conhecer a Bahia, então eu o trouxe para conhecer o Candeal e sua visita ao bairro é que comanda a abertura do documentário". Trueba diz ainda que "ele tem 85 anos, mas quando toca é como se fosse um menino de 20. A música de Bebo Valdez nos transporta para uma Cuba do começo do século 20. Os pianistas cubanos pós-revolução tocam ao estilo russo, Bebo é o unico que conserva o estilo de uma época", conclui o cineasta. O diretor espanhol comentou sobre e as indicações de Cidade de Deus ao Oscar, dizendo que "o filme é excepcional, muito bem dirigido, mas há uma coisa que me assusta: "ele parece fazer uma espécie de fotogenia da violência, pode ser que as pessoas fora do Brasil o assistam como se vissem um faroeste, mas de qualquer modo eu acho mais importante neste momento aplaudir do que criticar, porque a indicação deste filme abre muitas portas para o cinema latino-americano".Fernando Trueba é um cineasta espanhol dos mais instigantes. Seu último filme, El Embrujo de Shangai passou aqui no Brasil na Mostra de Cinema de SP, mas dirigiu também filmes como Quero Dizer que Te Amo, com Antonio Banderas e Melanie Griffith e Sedução - Belle Époque, com o qual ganhou o Oscar de filme estrangeiro em 1992. Conquistou ainda um Urso de Ouro por El Año de las Luces, estrelado por Jorge Sanz.

Agencia Estado,

30 de janeiro de 2004 | 23h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.