Britney Spears terá que pagar despesas legais de seu ex-marido

Equipe legal de Kevin Federline solicitou R$ 320 mil, mas juiz decide que a cantora deve pagar R$ 240 mil

EFE,

07 de novembro de 2007 | 19h55

A cantora americana Britney Spears foi obrigada pelo Tribunal Superior de Los Angeles a restituir imediatamente as despesas com advogados de seu ex-marido Kevin Federline, na luta pela custódia dos filhos do casal, Sean Preston, de dois anos, e Jayden James, de um, que chegam a US$ 120 mil (R$ 240 mil). Em sua sentença, o juiz Scott Gordon destaca a "disparidade entre as receitas de ambas as partes envolvidas", assim como o fato de que "a maior parte do litígio está relacionado ao comportamento de Britney". Em 10 de outubro, a equipe legal de Federline solicitou US$ 160 mil (R$ 320 mil) para cobrir suas despesas legais, mas o juiz decidiu que a cantora deveria pagar US$ 120 mil (R$ 240 mil). Na semana passada, foram publicados documentos judiciais que mostravam que Federline ganhou, em 2006, cerca de US$ 7.436 (R$ 14.872) por mês, frente aos US$ 737 mil (R$ 1474 mil) mensais de Britney.

Tudo o que sabemos sobre:
Britney Spears

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.