Britney Spears sem calcinha é recordista no Yahoo

Não foi por seu talento musical e sim pelas fotos estilo Sharon Stone em Instinto Selvagem que circularam pela internet nos últimos dias que Britney Spears ganhou o prêmio da "mais clicada do ano" do site de buscas Yahoo. O número de visitantes voyeur à caça das fotos da cantora sem calcinha não diminuiu, mas o Yahoo disse que, mesmo antes do episódio, Britney já tinha o troféu garantido. Depois dela, estão na lista dos dez mais acessados do Yahoo o site da World Wrestling Entertainment, graças ao lutador John Cena que aparece no filme The Marine, da 20th Century Fox, e Shakira, esta sim, "à diferença de Britney, por seus talentos musicais", disse um porta-voz do site. Completando os recordistas de buscas estão Jessica Simpson, Paris Hilton, o programa de televisão American Idol, Beyoncé Knowles, Chris Brown, Pamela Anderson e a atriz Lindsay Lohan, que está no elenco do filme A Última Noite de Robert Altman, em cartaz no Brasil.BaladasRecém-separada do rapper e dançarino Kevin Federline, Britney, afastada dos holofotes por conta da maternidade - ela é mãe de Sean Preston, de 1 ano e 2 meses, e Jayden James, nascido em 12 de setembro - fez recentemente uma aparição surpresa no programa Late Show, de David Letterman, com novo visual. No dia seguinte entrou com pedido de divórcio e saiu para patinar no gelo.Agora, Britney desatou a garota desenfreada que guardava em seu interior, saindo na companhia de Paris Hilton e Lindsay Lohan, usando extensões de cabelo pouco favorecedoras e sem calcinha, conforme publicou o The Sun.Pode ser que Britney esteja desfrutando de sua nova vida de solteira, mas muitos de seus seguidores desaprovam sua decisão de se juntar à mais infame herdeira de Hollywood. No site de Britney MySpace.com, uma admiradora pediu a ela que "leia isso para entender como seus fãs estão vendo essa situação... Agora seus filhos precisam de você, assim, faça o que é apropriado, Brit, seja mãe e esqueça a festa".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.