Britney Spears cobra indenização da "US Weekly"

A cantora Britney Spears entrou com uma ação contra a revista US Weekly, após a publicação de uma reportagem que mencionava a existência de uma suposta fita de teor sexual. A cantora americana pede US$ 20 milhões de dólares à revista pela publicação de um artigo que diz que ela e seu marido, Kevin Federline, filmaram um vídeo pornô. Segundo a ação, apresentada ontem, mas só divulgada hoje, Britney pede US$ 10 milhões por perdas e danos e mais US$ 10 milhões pelo uso indevido de seu nome para vender revistas. Um porta-voz da publicação respondeu hoje que a US Weekley mantém a história publicada na edição de 17 de outubro. Britney quase todas as semanas é capa da citada revista. Essa não é a primeira briga judicial entre a publicação e Britney. Em fevereiro, a revista publicou fotos da lua-de-mel da cantora sem seu consentimento. A carta de Spears na qual ela critica a publicação dessas fotos foi respondida pela US Weekly com o lembrete de que a cantora tinha vendido as imagens de seu casamento. "Britney deveria lançar sua própria revista se quer ter sua cobertura própria", disse a US Weekly em sua resposta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.