Mario Anzuoni/Reuters
Mario Anzuoni/Reuters

Britney Spears busca afastar o pai permanentemente de seus assuntos pessoais e financeiros

Jamie Spears foi nomeado tutor em 2008, depois que a filha foi hospitalizada para tratamento psiquiátrico

Redação, Reuters

18 de março de 2021 | 10h33

Os advogados de Britney Spears vão solicitar novamente a um tribunal de Los Angeles no próximo mês que oficialize a substituição do pai da cantora como tutor, em uma longa batalha pelo controle de assuntos pessoais e financeiros dela.

O advogado da artista, Samuel Ingham, disse em uma audiência nesta quarta-feira, 17, que pedirá que Jodi Montgomery, que em 2019 foi nomeada tutora temporária dos assuntos pessoais de Britney, seja declarada como tutora permanente. Ingham afirmou que apresentará a petição em uma audiência em 27 de abril.

Britney, agora com 39 anos, deixou claro por meio de seu advogado no último ano que não quer mais o pai envolvido em seus negócios. Uma tentativa anterior para removê-lo fracassou em agosto do ano passado.

Montgomery, gerente da cantora, substituiu o pai de Britney, Jamie Spears, depois que ele sofreu um problema de saúde. Jamie Spears continua sendo o guardião legal dos assuntos financeiros da filha, mas agora está compartilhando essas funções com uma instituição financeira.

Uma revisão judicial das finanças da estrela pop, planejada para quarta-feira, 17, foi adiada por um mês.

Jamie Spears foi nomeado tutor em 2008, depois que a filha foi hospitalizada para tratamento psiquiátrico.

Tudo o que sabemos sobre:
Britney Spearsmúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.