Britney estaria devendo US$ 1 milhão em processos judiciais

Valor devido pela diva do pop seria a soma entre os valores do advogado de seu ex-marido e seus ex-advogados

Da redação,

10 de março de 2008 | 20h56

A cantora norte-americana Britney Spears teria gastado aproximadamente US$ 1 milhão em seu divórcio com Kevin Federline e na batalha judicial pela custódia de seus dois filhos, informou nesta segunda-feira, 10, sua advogada, Stacy Phillips, em uma audiência em Los Angeles, segundo a agência France Presse. Veja também:Pai de Britney mantém controle sobre suas finanças Britney Spears não é um "talão de cheques em branco", afirmou a advogada, pedindo ao juiz que cuida do caso, Scott Gordon, que limite a US$ 175 mil a quantia a ser entregue a Federline para que pague os honorários de seu advogado. O juiz havia ordenado à estrela do pop a pagar os honorários judiciais de seu ex-marido, e o advogado de Ferderline reivindica até US$ 500 mil pelo trabalho. Mark Vincent Kaplan cobra US$ 600 por hora trabalhada. Por sua vez, Britney, que não estava presente na manhã desta segunda-feira no tribunal, deve cerca de US$ 600 mil para seus ex-advogados, segundo o site TMZ.com. O divórcio entre Britney e Federline ocorreu em 2007, mas ambos seguem brigando pela custódia de Sean Preston e Jayden James, de 2 e 1 anos, respectivamente. Desde a separação, Britney Spears - que foi a cantora mais bem paga do mundo de 2000 a 2005 - não pára de acumular problemas judiciais, artísticos e pessoais.

Tudo o que sabemos sobre:
Britney SpearsadvogadosjuizFederline

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.