Brit Awards é palco de protesto contra a guerra

Robbie Williams, Ms. Dynamite e Coldplay foram os principais vencedores do Brit Awards, o prêmio máximo da indústria fonográfica britânica. Os americanos Eminem, Pink, Red Hot Chili Peppers e Norah Jones venceram as categorias internacionais do prêmio. A cerimônia aconteceu hoje à noite em Londres, na Inglaterra, e acabou virando palco de protesto contra uma eventual ação militar no Iraque.Recente revelação do meio musical, a cantora de R&B Ms. Dynamite, de 21 anos, subiu ao palco e cantou uma versão de Faith, de George Michael, com frases de protesto. "Já estivemos aqui antes, falamos de violência, falamos de guerra. Não quero ver crianças morrendo, então tenho de tomar uma posição", cantou. Tudo com autorização de George Michael. Ela foi premiada como melhor cantora solo.O cantor Robbie Williams esnobou a cerimônia e mandou apenas um comunicado para agradecer, em que acrescentou estar solteiro novamente. Um dos nomes mais bem pagos do mercado, Robbie já vendeu 10 milhões de álbuns na Grã-Bretanham, com hits como Millennium e She´s the One.O Brit Awards também teve espaço para homenagens. Tom Jones recebeu um prêmio especial por sua contribuição à música, que ele dedicou à família, e o ex-Bee Gee Robin Gibb lembrou seu irmão Maurice, que morreu no mês passado, aos 53 anos.Confira todos os vencedores no site oficial do prêmio, no endereço brits.co.uk.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.