Brincante abre temporada de festas

Na segunda metade deste ano Antonio Nóbrega vai viver como legítimo folião. O brincante pernambucano, aluno de Ariano Suassuna e de seu Movimento Armorial, arredonda três décadas de estrada e dez anos de atividades de seu Teatro e Escola Brincante, espécie de quartel-general de cultura brasileira erguido em plena Vila Madalena.Os primeiros sinais que anunciam o começo das festas aparecem hoje, no próprio Brincante, onde se apresentará o novo Zabumbau - Orquestra Jovem Brasileira de Percussão. O grupo apadrinhado por Nóbrega, mas com o qual ele não se apresenta, é formado por jovens com idades entre 15 e 23 anos e explora o mesmo manancial nordestino presente nos trabalhos do multi-artista. Seu filho, o garoto percussionista Gabriel Almeida, e seu braço direito de anos, o saxofonista e percussionista Zezinho Pitoco, são responsáveis pelo repertório e organização do grupo.A proposta do Zabumbau, que tem em sua formação de 19 garotos uma outra filha e dois sobrinhos de Nóbrega, preserva a tradição de álbuns "armoriais" como Madeira que Cupim Não Rói ou Na Pancada do Ganzá. De forte apelo percussivo, mescla tambores, berimbaus, zabumbas e xiquerês a rabecas, pifes e marimbaus.Disco novo - Lunário Perpétuo é nome do novo álbum e espetáculo que celebrarão os anos de palco de Antonio Nóbrega com shows entre 11 e 21 de julho. O álbum, já finalizado, será lançado pelo selo fonográfico Brincante, do próprio músico. O repertório conta com maracatus-de-orquestra, como O Rei e o Palhaço, o choro de Pixinguinha Pagão, o canto Excelência, recriação de toadas populares feita originalmente por Ariano Suassuna, e músicas que estiveram presentes no repertório do grupo camerístico pernambucano dos anos 70, Quinteto Armorial, como Ponteio Acutilado.Zabumbau. Hoje e amanhã, às 21h. Domingo, às 20h. (Até dia 7 de julho). Teatro Escola Brincante (Rua Purpurina, 428, Vila Madalena. Tel. 3034-5389). Ingresso: R$ 15.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.