Brasil será tema de feira de música em Cannes

O Brasil será tema da edição 2003 do Midem, a mais tradicional feira de música no mundo todo, que começa em 19 janeiro, em Cannes. O anúncio foi feito ontem por Dominique Leguern, diretora-geral do Midem, na residência oficial do Cônsul da França em São Paulo, Jean-Marc Laforêt.Criado em 1967, o evento é um dos maiores encontros da indústria fonográfica. Reúne cerca de dez mil profissionais da música, de 95 países. No entanto, foi só na última edição que o País oficialmente tomou parte, por meio da Brasil Música e Artes (BM&A), criada justamente para promover a arte nacional no exterior.Naquela ocasião, sete gravadoras, todas independentes, dividiram o estande brasileiro: Brazilbizz Music, Dabliú Discos, MCD World Music, Nikita, ST2, Visom Digital e Biscoito Fino, além do Bureau da Música Francesa no Brasil, que trabalha pelo intercâmbio musical entre os dois países.Segundo a assessoria da BM&A, em 2002 foram feitos 277 contatos comerciais com representantes de 30 países, o que resultou um total de US$ 30 mil em contratos assinados. A este valor, devem-se somar mais US$ 400 mil em negócios desmembrados a partir dos contatos iniciais.Como país convidado da edição 2003, o Brasil terá os oito artistas ou grupos animando a noite de abertura, no Palais des Festivals. A participação brasileira este ano também será coordenada pela BM&A. Os artistas que participarão do Midem serão escolhidos entre os nomes apresentados unicamente por empresas filiadas à BM&A - ou que a ela se filiem até o dia 15. A seleção de nomes e a lista das gravadoras que estarão representadas deverão ser anunciadas no final do mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.