Branco Mello se apresenta em SP

Branco Mello, que se apresenta na quinta-feira com sua banda S. Futurismo no Blen Blen Brasil, não foge à regra e, como os outros seis companheiros de banda, aproveita o recesso titânico para cuidar da individualidade. Em outras palavras, isso significa colocar em prática os desejos atropelados pela rotina do grupo. Nesse período, o guitarrista Toni Belloto volta os olhos para as filmagens do longa-metragem Bellini e a Esfinge, o baterista Charles Gavin esmera-se na reedição de clássicos perdidos da música brasileira em versão digital. O vocalista Paulo Miklos, o tecladista Sergio Brito e o baixista Nando Reis lançam (ou dão os últimos retoques) seus respectivos discos solo e o guitarrista Marcelo Fromer fornece suas impressões gastronômicas numa das colunas de O Estado de S. Paulo. "Após a saída do Arnaldo, desenvolvemos a consciência de parar por um tempo pra reciclar as idéias", diz Mello.A parada dos Titãs tem prazo de validade e termina em maio de 2001, quando os músicos gravam o esperado disco com músicas inéditas - os últimos três foram essencialmente de regravações. Até lá, Mello estará envolvido em três projetos. A produção de um documentário sobre os 20 anos da banda, a turnê nacional de seu projeto solo, Branco Mello e S.Futurismo, aliás, uma das atrações da terceira edição do Rock in Rio. Porém, o mais urgente é o musical infantil Eu e Meu Guarda Chuva, uma ópera-rock com canções de autoria de Mello em parceria com Ciro Pessoa (ex-integrante dos Titãs e do Cabine C) e texto de Hugo Possolo, do grupo Parlapatões.O texto conta a história do garoto Eugênio que, dentro de seu quarto, vive as mais diversas aventuras sempre acompanhado por objetos animados como o travesseiro Tufídio Pena de Ganso, o livro Amansão e o relógio despertador Claque Treque. "Eles irão procurar um personagem que foge", avisa. A atriz Andrea Beltrão será a protagonista. O projeto prevê ainda o lançamento de um livro assinado por Hugo Possolo e de um disco com a trilha sonora. Nele, as músicas do espetáculo, entre elas, as inéditas O Prisioneiro, Lance de Cabelo, Eu e Meu Guarda Chuva e Dona Nenê, esta última presente no segundo álbum dos Titãs, Televisão (1985), serão interpretadas por artistas como Cássia Eller, Roberto Frejat e Elza Soares. "Estou falando com vários amigos e todos eles estão querendo participar das gravações", conta. "Na verdade, o projeto do infantil é grandioso e tem como produtoras a minha mulher, Angela Figueiredo, a Fernanda Segnorini e a própria Andrea Beltrão", enumera ele, lembrando Rico Lins é o responsável por toda a parte gráfica.A intenção é que Eu e Meu Guarda Chuva, com direção de Maurício Farias e Vicente Barcelos, estréie no primeiro semestre de 2001, em algum teatro do Rio. "O legal é que todos os envolvidos têm filhos pequenos e tudo acaba passando pelo crivo deles."Além da ópera-rock infantil, Mello volta suas atenções aos ensaios e às apresentações do show que ele realizará na Tenda Brasil do Rock in Rio. Sua banda, Branco Mello e S.Futurismo, é formada por Alexandre Kassin (guitarra), Bartolo (guitarra), Bubú (baixo) e Marcelinho (bateria). "Essa é a minha turma aqui no Rio´´, diz o titã, morador da Tijuca. Para compor o repertório, a turma fez algumas escolhas óbvias. Estão lá Tudo em Dia, Flores, Flat-Cemitério-Apartamento, dos Titãs, e Não Quero Mudar, gravada pelo Kleiderman, grupo formado durante as férias de 1994 por Mello e Sergio Brito. As surpresas ficam por conta de Salve Linda Canção Sem Esperança, de Luiz Melodia e Um Lugar do C..., do cantor Júpiter Apple.Ainda no repertório, Mello lembra que a platéia do Blen Blen Brasil poderá ouvir composições inéditas como Suaves Prestações, parceria com Fernando Zarif, Dia de São Nunca e Eu não sou da sua Rua, parcerias com Arnaldo Antunes. "Além disso, o Arnaldo vai cantar quatro músicas comigo no show de amanhã. Não tocávamos no mesmo palco desde o Acústico MTV." O videoclipe de Eu não sou da sua Rua estréia amanhã na emissora musical.O projeto mais a longo prazo envolve o documentário sobre os Titãs que Mello está editando. O audiovisual será lançado em DVD junto à caixa comemorativa dos 20 anos dos Titãs, em 2002. O material reúne trechos de shows, entrevistas, participações em programas de TV e imagens inéditas em VHS. "Estou digitalizando o material durante todos esses anos em camarins, viagens e bastidores.", conta.Branco Mello e S. Futurismo. Com convidados. Quinta-feira, às 22 horas. R$ 15,00. Blen Blen Brasil. Rua Inácio Pereira da Rocha, 520, em São Paulo, tel. (11) 3812-9333.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.