Boy George é preso após seqüestrar modelo norueguês

O cantor Boy George foi preso sob a acusação de ter seqüestrado um modelo norueguês e de tê-lo encurralado em uma parede com objetivo de abusar sexualmente do modelo. Auden Carlsen, de 28 anos, declarou que o músico fez contato com ele por meio do site Gaydar e convidou-o para ir ao seu apartamento à meia-noite para posar para algumas fotos. Quando chegou à casa de George, de 45 anos, o cantor e outro homem o encostaram na parede. "Eu entrei no seu quarto sozinho, vestindo ceroulas e uma camisetinha, e George veio para cima de mim. Depois, ele e outro homem me algemaram à cama", contou ao tablóide The Sun. George, então, retirou um chicote e uma série de brinquedos eróticos de uma gaveta e disse logo em seguida: "Agora vou te dar aquilo que você merece". Carlsen, aterrorizado, conseguiu escapar e avisar a polícia. Boy George, cujo nome verdadeiro é George O´Dowd, foi levado a uma delegacia. Pouco depois, foi solto após a retirada das acusações. No ano passado, um tribunal de Nova York havia condenado o artista a prestar trabalhos sociais depois que a polícia encontrou cocaína no seu quarto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.