Bono Vox edita a edição de julho da revista <i>Vanity Fair</i>

Bono Vox, o multifacetado vocalista da banda irlandesa U2, será o editor convidado da edição de julho da revista americana Vanity Fair. O cantor já trabalhou como editor convidado pelo jornal britânico The Independent e pela publicação francesa Libération. Bono, famoso por militar contra a dívida externa dos países em desenvolvimento e pela redução da pobreza e da aids na África, incluirá artigos especiais sobre estes temas na edição que realizará para a Vanity Fair. O chefe de redação da revista, Graydon Carter, declarou que Bono "fará uma edição totalmente diferente sobre a África em comparação com a que nós poderíamos fazer". "Creio que não existe nenhum editor no mundo que não preste atenção em Bono se ele quer editar uma revista", completou o jornalista. O músico disse que quer editar um número da Vanity Fair porque ali terá mais oportunidades de contar histórias relevantes para o mundo. "Temos de melhorar a maneira de contar histórias. Temos de narrar melhor as coisas boas que existem na África, e também as coisas horríveis que continuam acontecendo lá", destacou. Carter descreveu como "difíceis de vender" os artigos que pediu a Bono sobre o continente africano, mas esclareceu que a combinação de Vanity Fair com o cantor do U2 "agradará aos leitores".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.