MARCOS DE PAULA/ESTADÃO
MARCOS DE PAULA/ESTADÃO

Bon Jovi e Billy Idol são confirmados no Rock in Rio 2017

Festival carioca será realizado entre os dias 15 a 24 de setembro; ingressos começam a ser vendidos em abril do próximo ano

O Estado de S. Paulo

13 Dezembro 2016 | 21h30

Aos poucos, a nova edição do Rock in Rio vai se armando. O festival carioca, que volta ao Rio de Janeiro em 2017, anunciou duas atrações que irão integrar a programação. Os nomes da vez são Bon Jovi, cuja participação já era dada como certa, e o inglês Billy Idol. 

A presença de Bon Jovi como uma das atrações do Rock in Rio vinha sendo ventilada há alguns tempo. A banda encerrará as atividades do Palco Mundo, o principal do evento, na noite de 22 de setembro de 2017. 

Já Billy Idol, que há 26 anos não se apresenta no Brasil, toca na noite anterior, 21, encerrada pelo já anunciado Aerosmith. 

Há um mês, em novembro, o Rock in Rio colocou à venda 120 mil Rock in Rio Cards, com os quais os compradores garantiriam ingresso para o festival. A carga total foi vendida em 1h58 minutos, de acordo com a organização do Rock in Rio. 

Para a edição do 2017, a novidade é que o ingresso será em formato de pulseira com chip. Serão sete modelos diferentes, um para cada dia do festival. O produto começa a ser entregue em março de 2017, condicionado à escolha da data de utilização do Card.

A entrega em domicílio será feita no endereço indicado no momento da compra, mediante pagamento da taxa da entrega. O cliente que escolheu retirar no ponto físico poderá buscar a partir de julho de 2017 em local a ser definido pela organização do Rock in Rio, na cidade do Rio de Janeiro, sem cobrança de taxa.

O restante dos ingressos começa a ser vendido em abril de 2017. 

O Rock in Rio será realizado nos dias 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de setembro de 2017, em uma nova Cidade do Rock, localizada no Parque Olímpico. Além de Bon Jovi e Billy Idol, já foram anunciados Maroon 5 (16/9), Aerosmith (21/9) e Red Hot Chili Peppers (24/9).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.