Bombeiros tentam conter incêndio em Filarmônica de Berlim

Um grande número de bombeiros enfrentavana terça-feira um incêndio que tomava conta do prédio daFilarmônica de Berlim. Cerca de 170 deles e mais de 30 veículos compareceram àcena tentando extinguir as chamas que surgiram durante arealização de um ensaio aberto ao público, afirmou um porta-vozda brigada de incêndio. Imagens de TV mostraram uma coluna de fumaça preta subindodo teto do prédio, resultado de um projeto polêmico doarquiteto Hans Scharoun. A construção concluiu-se em 1963, maso local sofreu reformas para melhorar sua acústica. Os músicos e visitantes do prédio amarelo da Filarmônica,localizado perto do centro da cidade, escaparam do fogo e nãocorriam mais perigo, disse o porta-voz. Não há notícia sobreferidos. "A luta continua", afirmou. "Ainda não sabemos dizer o queprovocou o fogo. Estamos em meio aos esforços para abrir o tetoa fim de conseguir chegar melhor ao foco das chamas." A orquestra, fundada mais de 120 anos atrás, é consideradauma das mais importantes do mundo. O britânico Simon Rattle é seu principal maestro. "Podemos descartar a possibilidade de a Filarmônicaacabar", disse o porta-voz da brigada de incêndio, Jens-PeterWilke, ao canal n-tv. "Mas o prédio, certamente, continua emperigo. Estamos fazendo todo o necessário para salvar esseimportante marco cultural de Berlim." A área existente ao redor do prédio em chamas foi isolada.Uma porta-voz da orquestra afirmou que uma entrevista coletivapara tratar do assunto seria realizada ainda hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.