Bobby Hatfield morreu de overdose de cocaína

A morte do cantor Bobby Hatfield, do duo Righteous Brothers, foi causada por consumo de cocaína e por uma parada cardíaca, segundo os resultados da autopsia divulgada hoje. O médico legista Richard Tooker, confirmou ao jornal Kalamazoo Gazette, que a morte de Hatfield em novembro foi causada por uma overdose de cocaína. Suas declarações foram publicadas na edição de hoje do jornal. O cantor de 63 anos morreu no dia 5 de novembro, poucas horas antes de um concerto do duo Righteous Brothers. Hatfield e seu parceiro Bill Medley foram responsáveis por sucessos como Unchained Melody e You´ve Lost That Lovin´ Feeling."Isto me deixou consternado", disse Medley ao jornal The Orange County Register, de Newport Beach, na California. "Nunca o vi usar cocaína. Não sabia absolutamente nada sobre isto". Uma autópsia preliminar informou que Hatfield sofria de uma enfermidade coronariana e seu atestado de óbito indicou como causa da morte um ataque cardíaco.Tooler disse que a causa definitiva da morte mão foi determinada até que fossem concluídas as análises toxicológicas. O atestado de óbito será modificado para indicar que a causa foi intoxicação por cocaína, disse o médico legista.

Agencia Estado,

06 de janeiro de 2004 | 15h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.