Ki Price/Divulgação
Ki Price/Divulgação

Bob Dylan vai se apresentar na Suécia em abril após ausência em cerimônia do Nobel

Avesso à mídia, Dylan se recusou a comparecer à cerimônia do Nobel no sábado, mas deve tocar em Estocolmo em abril

Reuters

12 Dezembro 2016 | 12h07

Homenageado com o prêmio Nobel de Literatura deste ano, Bob Dylan irá se apresentar na Suécia em abril, o que lhe dará uma chance de fazer a palestra exigida para receber o prêmio financeiro de 870 mil dólares.

Avesso à mídia, Dylan se recusou a comparecer à cerimônia do Nobel no sábado, mas deve tocar em Estocolmo nos dias 1º e 2 de abril e em Lund, no sul do país, no dia 9 do mesmo mês, segundo seu site.

Para receber o prêmio em dinheiro, Dylan precisa fazer uma palestra dentro de seis meses a partir de 10 de dezembro, mas não necessariamente na capital sueca.

Sara Danius, secretária permanente e membro da Academia Sueca que concede o Nobel de Literatura, disse que, embora os detalhes ainda tenham que ser acertados, espera que algo possa ser combinado com Dylan.

Quando a romancista britânica Doris Lessing foi agraciada com o mesmo prêmio em 2007, redigiu uma palestra e a enviou a seu editor sueco, que a leu em uma cerimônia em Estocolmo.

Em um comunicado do dia 18 de novembro, a Academia Sueca informou que uma possível apresentação na cidade durante a primavera local seria uma "oportunidade perfeita" para a realização da leitura.

No sábado, o cantor e compositor enviou uma mensagem agradecendo a Academia por lhe conceder o prêmio, uma honraria que acreditava ser tão provável quanto "pisar na lua".

"Lamento não poder estar com vocês em pessoa, mas saibam que com toda a certeza estou com vocês em espírito e honrado de estar recebendo um prêmio tão prestigioso", disse Dylan em um discurso lido por Azita Raji, embaixadora dos Estados Unidos na Suécia, no banquete do Nobel.

Dylan aceitou o prêmio depois de frustrar a Academia com semanas de silêncio na sequência do anúncio da concessão do Nobel, feito no dia 13 de outubro – mas mesmo assim preferiu não comparecer às festividades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.